Adobe anuncia nova versão do FrameMaker

A Adobe anunciou a nova versão do FrameMaker, a sua solução de criação e publicação empresarial que aposta no XML e SGML.

A versão 7.0 do software [link=http://www.adobe.com/products/framemaker]FrameMaker[/link] permite tirar vantagem das capacidades do XML na busca, partilha e reposição de conteúdo.

As novas capacidades XML permitem que os criadores de conteúdos distribuam informação em múltiplos canais, incluindo impressão, Web e PDAs.

Também foi anunciado o novo FrameMaker Server, que dá às empresas a capacidade de produzirem conteúdos de dados personalizados para o exterior para impressão ou para Adobe Portable Document Format (PDF).

O FrameMaker dá aos utilizadores corporativos a capacidade de criar, editar e importar conteúdos XML válidos num modo WYSIWYG (What You See Is What You Get) com validação em tempo real e criação guiada por um contexto sensível. Uma vez validado, o conteúdo XML pode ser procurado, partilhado e reposto através da empresa, integrando diversos sistemas e processos. Para os novos utilizadores em XML, o FrameMaker proporciona uma variedade de moldes de partida que lhes permite trabalhar com o standard industrial xDocBook e xHTML DTDs (Document Type Descriptions) e elementos XML planeados para tabelas, gráficos, notas de rodapé, referencias remissivas e marcadores de índices.

O Adobe FrameMaker 7.0 e o Adobe FrameMaker Server 7.0 estarão disponíveis no segundo trimestre de 2002 para clientes nos Estados Unidos, Europa e Canadá.

O preço estimado de venda ao público para o FrameMaker 7.0 será de 1.168,33 Euros para o produto completo e de 289,65 Euros para o Upgrade do FrameMaker Server 7.0.