Clientes da rede móvel perto dos 8 milhões

O número de clientes do serviço móvel terrestre chegou aos 7,98 milhões no final de 2001, concluem dados da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).

Este valor comprova a manutenção da capacidade de crescimento das redes de telefones móveis. Por si só, e no espaço de um ano, as três redes angariaram 1,3 milhões de novos subscritores. O equivalente a um crescimento de 19,7% entre Dezembro de 2000 e de 2001.

Com este valor, Portugal obtém uma taxa de penetração de 77,3 assinantes por cem habitantes, valor superior à média europeia, que se posicionou em 73,5 assinantes por cem habitantes.

Durante 2001, cada chamada originada numa rede móvel – e destinada a outra rede móvel ou a uma rede fixa – durou em média 91 segundos. No mesmo período, foram realizadas a partir de redes móveis 5,7 mil milhões de chamadas, que no seu conjunto totalizaram 8,6 mil milhões de minutos.

No que se refere ao tráfego de entrada, isto é, das chamadas destinadas a uma rede móvel e originadas em redes fixas ou em outras redes móveis, assistiu-se a um acréscimo de 16% no volume de minutos entrados e de 12% no número de chamadas, considerando os totais registados em 2000 e em 2001.