Microsoft Messenger pode expor os dados do utilizador

Mais uma falha detectada no sistema operativo Windows XP. Desta vez, são os programas de mensagens instantâneas.

A Microsoft confirmou que os seus programas de mensagens instantâneas, o MSN Messenger e o Windows Messenger, incluindos no sistema operativo Windows XP, permitem que os nomes de utilizadores, endereços de mail, bem como os buddies escolhidos, sejam visíveis por terceiros.

A falha, que foi detectada por Richard Anthony Burton, permite que uma página web com código em Javascript, que seja visitada por utilizadores do MSN Messenger, obtenha o nome utilizado nos programas de chat, bem como todos os nomes dos contactos guardados no programa.

Isto pode possibilitar que o verdadeiro nome de muitas pessoas, seja utilizado por websites com más intenções. Se a opção de não mostar o nome estiver seleccionada no programa, o código em Javascript vai obter automaticamente o endereço de e-mail.

Para resolver o problema, pode ir ao [link=http://messenger.msn.com/support/status.asp]site de apoio[/link] do Messenger e recolher mais informação sobre o assunto e quais os passos a tomar para se proteger.