Worm Korgo cada vez mais perigoso

O worm Korgo que foi detectado pela primeira vez em finais de Maio está a conseguir infectar muitos computadores nas variantes que se sucederam.

O worm Korgo tem já seis variantes e a última detectada, Korgo-F, é considerada a mais perigosa de todas.

A variante Korgo-F explora uma falha existente no Windows e que é de conhecimento público desde o início de Abril deste ano.

A Microsoft nessa altura publicou um [link=http://www.microsoft.com/technet/security/bulletin/ms04-011.mspx]boletim[/link] onde alerta para a falha existente no serviço LSASS e recomendava a instalação da correcção disponibilizada.

Mas a grande maioria dos utilizadores nunca instalou a correcção e por isso, desde essa altura que vários worms como o Sasser e agora o Korgo exploram a falha para conseguir infectar computadores.

A falha afecta todos os computadores com o Windows 2000 e o Windows XP entre outros e quando infectado, o Korgo passa a controlar as portas 113 e 3067.

O Korgo guarda a informação inserida pelo utilizador e depois envia essa informação para um endereço, podendo estar a enviar informação confidencial do utilizador como os dados de acesso a sites on-line.