Adobe anuncia nova versão do InCopy

A Adobe apresentou o Adobe InCopy 2.0, uma aplicação editorial concebida a partir da arquitectura do Adobe InDesign.

O software InCopy destina-se aos escritores, editores e copy fitters a trabalharem em ambientes de edição multi meios. As novas ferramentas incluem um suporte para extensible markup language (XML), ferramentas de edição melhoradas, tais como dynamic spell check, e verificou-se uma melhoria no interface do utilizador que permite aos utilizadores trabalharem nos vários ângulos de uma história, simultaneamente.

Uma nova visualização completa do texto no InCopy permite que todo o ecrã seja utilizado na edição. O galley view e o layout view podem ser abertos ao mesmo tempo dando aos utilizadores a liberdade de copiarem o texto todo, enquanto visualizam quebras de linhas precisas no InDesign no layout view. As funções do menu são listadas no teclado para que os escritores possam, de uma forma mais eficiente, criar, navegar e gerir os documentos editoriais sem ter que utilizar o rato, poupando tempo.

O corrector de ortografia e gramática e os dicionários incorporados ajudam os escritores a encontrarem erros e melhorar a construção frásica. As tabelas podem ser criadas no InCopy e no InDesign e facilmente importadas e exportadas dessas aplicações. Nova funcionalide de text macro para rapidamente substituir o texto ajuda os escritores a gerirem mais eficientemente o processo de escrita. Ao contrário do processo de aplicação de palavras, o InCopy incluí ferramentas importantes para os editores profissionais e para os escritores, deixando o design para os artistas de layout.

O Adobe InCopy 2.0 estará disponível para os sistemas integradores como parte integrante de uma solução no segundo trimestre de 2002. O InCopy estará somente disponível com o sistema integrador do Adobe InDesign. O preço será determinado pelos integradores com base nas instalações individuais.

Adobe apresentou o Illustrator 10

A Adobe apresentou o Adobe Illustrator 10, uma nova versão do software de edição gráfica vectorial da empresa.

O Adobe Illustrator 10 disponibiliza poderosas e integradas ferramentas tais como símbolos e “slicing” para criação e optimização de gráficos web, opções criativas como o live distortion e a melhorias de produtividade com gráficos dinâmicos conduzidos por dados. O Adobe Illustrator 10 facilita a produção através do suporte a gráficos dinâmicos conduzidos por dados, que automatizam a preparação de repetições de trabalhos criativos. Os profissionais de impressão podem utilizar as gráficos dinâmicos conduzidos por dados para criarem um número ilimitado de variações de gráficos similarmente formatados. Os Web designers podem criar um template e, depois, utilizar a nova pallete Variables para definirem objectos, tais como o nome do produto e o logotipo da empresa numa baner da internet, como variáveis. Os utilizadores podem então, de uma forma extremamente rápida, criar um número ilimitado de variações usando scripts ou servidores de imagens dinâmicas, como o Adobe AlterCast, que criam gráficos a pedido com conteúdos customizados. O Adobe Illustrator também oferece um novo e robusto suporte para slicing de objectos, tabelas HTML com layers Cascading Style Sheet, e enriquecimento da importação e exportação SVG e opção de exportação no formato Macromedia Flash (SWF). Os utilizadores podem reduzir o tempo de produção através do slicing de objectos de grupos ou layers, e optimizarem a performance através da especificação das opções de rasterização e formato vectorial de cada slice. O software da Adobe Illustrator 10 estará disponível nos Estados Unidos e Canadá a um preço estimado de cerca de 87.780$00 no último trimestre de 2001. Os utilizadores do Adobe Illustrator podem fazer o upgrade por um preço de cerca de 32.780$00.

Windows XP disponibiliza alojamento on-line

Quem comprar e instalar o novo Windows XP irá poder armazenar on-line os seus ficheiros.

A Microsoft, em parceria com a Xdrive Technologies, vai disponibilizar alojamento on-line com um custo de 5 dólares por 75 MB de espaço em disco.

Os utilizadores poderão criar pastas que poderão partilhar com outros e o serviço Xdrive irá efectuar backups de toda a informação para garantir que nada se perde.

Um utilizador do XP pode criar pastas que guardem imagens, documentos e vídeos. Em seguida o utilizador irá atribuir níveis de acesso a cada uma das pastas podendo ser privadas, de acesso restrito ou de acesso amplo.

Os colegas de trabalho e amigos poderão aceder aos documentos para trabalhar ou só para imprimir uma cópia.

Os utilizadores poderão aceder ao seu espaço no Xdrive através de um PC, telemóvel ou PDA. O serviço Xdrive irá ter versões locais em Japonês, Francês, Espanhol, Português e Alemão.

StarOffice 6.0 beta disponível

A Sun anunciou que já está disponível para download a versão beta do pacote de aplicações StarOffice 6.0.

O StarOffice é um pacote de aplicações que pretende concorrer com o Microsoft Office e que funciona nos sistemas operativos Windows (incluindo o novo Windows XP), Linux e Solaris.

Esta nova versão vem substituir a versão 5.2, aposta numa maior facilidade de utilização com o suporte para o formato XML, filtros melhorados para importação/exportação de documentos do rival Office e novos templates.

Ao contrário do concorrente Office este pacote de aplicações é gratuito e é o grande trunfo para conquistar quota de mercado ao Office.

Para efectuar o download clique neste [link=http://www.sun.com/software/star/staroffice/6.0beta/get.html]link[/link] onde irá poder escolher o sistema operativo.

Porto aposta no software livre

No próximo dia 12 de Outubro, entre as 10 e as 23 horas, no Mercado Ferreira Borges, vai realizar-se o «Porto Cidade Tecnológica 2001».

Esta iniciativa, desenvolvida ao ar livre na passada edição e de acesso totalmente gratuito, reuniu milhares de pessoas na baixa portuense, entre as quais especialistas, estudantes e empresários do sector.

No centro da discussão mundial sobre o software encontram-se as queixas dos investigadores, que se sentem impedidos de desenvolver livremente aplicações informáticas. Para isso, a organização do evento criou um ciclo de conferências e workshops de forma a dar a oportunidade a todos os entusiastas de aprender e colocar dúvidas sobre como funciona o sistema operativo Linux.

Entre os convidados especiais com presença confirmada, destaca-se Bradley Khun, vice-presidente da Free Software Foundation (FSF), que se desloca de Boston para participar nas conferências e falar sobre a liberdade do software. Loïc Dachary, vice-presidente da FSF Europe, estará presente para abordar o movimento associativo internacional nesta área.

Para mais informações visite o site oficial [link=http://www.cidadetecnologica.org]Cidade Tecnologica[/link].

Sun disponibiliza Solaris 9 beta

A Sun Microsystems já começou os testes da nova versão beta do Solaris 9, o seu sistema operativo Unix.

A nova versão está disponível para o Sun UltraSparc e para os processadores da Intel de 32 bits.

Tendo como concorrente directo o Linux, a Sun passou a oferecer gratuitamente o Solaris para servidores que utilizem menos de oito processadores.

Nesta versão as novidades prendem-se com uma maior facilidade de instalação do sistema operativo, suporte para o sistema de autenticação Kerberos (versão 5) e um controlo detalhado dos recursos do servidor.

Microsoft prepara Plus para Windows XP

A Microsoft anunciou que irá disponibilizar um pacote extra tal como já tinha disponibilizado quando do lançamento do Windows 95.

O novo pacote que se irá chamar «Plus! for Windows XP» vai estar à venda no próximo dia 25 de Outubro com um custo de 40 dólares.

O pacote inclui o Windows Media Player, três novos jogos, oito screen savers e quatro novos temas para personalizar o desktop.

Adobe anuncia InDesign 2.0

A Adobe anunciou a nova versão do seu programa profissional de design e paginação, o Adobe InDesign 2.0.

O novo [link=http://www.adobe.com/products/indesign]Adobe InDesign 2.0[/link] apresenta novas ferramentas como o suporte à importação e exportação de extensible markup language (XML), transparências, criação de tabelas, suporte para longos documentos, um excelente interface para impressões, suporte nativo Mac OS X e uma forte integração com outros produtos da Adobe.

As novas ferramentas de criatividade no InDesign removem os limites da arbitrariedade enfrentados pelos designers profissionais. A transparência é a primeira ferramenta do seu tipo em termos de softwares de paginação, que permite aos designers, de uma forma rápida a produção e edição de efeitos que anteriormente requeriam outras aplicações.

Os utilizadores podem aplicar sombras, feathering e dfinições e opacidade para os objectos editáveis e podem clocar ficheiros transparentes em Adobe Photoshop,
Adobe Illustrator e Adobe Portable Document Format (PDF) no InDesign.

Com as novas características de criação de tabelas, os designers podem, de um forma rpida, transportar textos com limites para tabelas ou importar directamente as tabelas do Word e Excel da Microsoft. Poderá, ainda, ajustar estas tabelas aplicando as cores que desejar a linhas alternativas, ajustando a altura das linhas e a largura das colunas, inserir gráficos nas células, e para além destas opções, tem muito mais ao seu dispor.

O InDesign 2.0 integra-se melhor com o Photoshop, Illustrator e com o Acrobat através dos interfaces de utilizador standards da Adobe, importação e exportação directa de ficheiros da Adobe PDF. Para além disso, estas aplicações partilham uma grande variedade de tecnologias como o Adobe Color Engine, de modo a que os designers possam dar uma cor mais aproximada da realidade. Com o suporte nativo para o Mac OS X (versão 10.1), o InDesign suporta de uma forma extremamente fácil o último sistema da Macintosh.

O Adobe InDesign 2.0 estará disponível no primeiro trimestre de 2002 para os clientes dos Estados Unidos e Europa e preço de venda ao público estimado será de 153.780$00 para o pacote completo com uma promoção extraordinária de 90 dias para upgrades a 21.780$00 (depois será no valor de 32.780$00). Se compar o InDesign 1.5 a 24 de Setembro ou depois desta data, terá direito ao InDesign 2.0 gratuíto directamente na Adobe (com prova de compra).

Gartner aconselha a não utilizar o IIS

A Gartner acaba de publicar um documento em que aconselha as empresas a abandonar imediatamente o software Internet Information Server da Microsoft.

O Internet Information Server é o software para gestão de servidores web da Microsoft e a Gartner afirma que este software é pouco seguro e que tem várias portas de entrada.

Com o aparecimento dos vírus Code Red e Nimda as falhas existentes no IIS foram demonstradas e a Gartner afirma que mais vale mudar de software de servidor web do que estar a instalar as dezenas de actualizações da Microsoft.

A Gartner aconselha a utilização do servidor Apache que tem mais de 62 por cento de quota de mercado ou o iPlanet como alternativas viáveis ao IIS.

RealNetworks junta dois programas em um

A RealNetworks anunciou que irá integrar dois programas existentes tornando-o num só.

A combinação do RealPlayer e do RealJukeBox num único programa vai dar origem ao RealOne.

A combinação destes dois programas era já esperada e vai criar um novo programa capaz de rivalizar com o Media Player da Microsoft.

O RealOne passa a ter a capacidade streaming de audio e vídeo e ao mesmo permite gravar, reproduzir e organizar as músicas no PC.

O novo RealOne já está disponível para download gratuitamente mas a RealNetworks pretende lançar brevemente uma versão do software com mais funcionalidades e que terá um custo mensal de 9.95 dólares.