Kindle foi o presente mais vendido na Amazon

O leitor de livros electrónicos Kindle foi o presente que foi mais vezes oferecido neste Natal na loja da Amazon.

A Amazon afirma que foram vendidas 9,5 milhões de unidades do leitor Kindle apenas no dia 14 de Dezembro o que corresponde a 110 leitores por segundo.

Este Natal foi também o primeiro em que as vendas de livros electrónicos ultrapassaram as vendas dos livros impressos representando uma mudança muito importante no mercado livreiro.

No mercado de jogos, a consola Wii Fit Plus com Balance Board e os jogos New Super Mario Bros e Call of Duty: Modern Warfare 2 foram as outras opções mais escolhidas pelos utilizadores.

Google aposta em endereços mais curtos

A Google apresentou um novo serviço que permite reduzir os endereços de Internet.

O novo Google URL Shortener reduz o tamanho de um endereço web para simplificar a partilha de um endereço entre utilizadores ou nas redes sociais.

O novo serviço apenas está disponível para ser utilizado dentro de outro serviço da Google como o Feedburner.

A Google aposta na estabilidade do serviço garantindo a protecção dos utilizadores no novo serviço.

 

YouTube e editoras lançam site de música

O YouTube e várias empresas discográficas lançaram o Vevo no mercado norte-americano.

O Vevo é um site online de música que utiliza a tecnologia do YouTube e que disponibiliza músicas de editoras discográficas como a Universal Music, Sony Music, EMI Music, AT&T e CBS Interactive Music.

No primeiro dia de funcionamento o Vevo disponibiliza mais de 14.500 vídeos de 5 mil artistas de diferentes géneros musicais.

Os utilizadores registados podem criar e partilhar as suas playlists, aceder a perfis dos cantores entre outras funcionalidades.

O Vevo pretende ainda ser o local onde os músicos podem colocar as suas obras e ajudar a divulgar as mesmas.

 

Google pretende que sites apostem na rapidez

A Google continua a disponibilizar ferramentas para que os webmasters melhorarem os seus sites.

A novidade agora é o Google Site Performance que passa a estar integrado no Google Webmasters.

A nova ferramenta permite a um webmaster consultar o tempo que demora um site a chegar ao computador de um utilizador.

O Google Site Performance compara o tempo médio de carregamento do site com outros sites e indica se é rápido ou lento.

Através de uma análise detalhada às páginas do site é ainda recomendado ao webmaster algumas possíveis soluções para melhorar a velocidade com que as páginas aparecem no computador do utilizador.

Domínio russia.com vendido por 1.5 milhões de dólares

O domínio russia.com foi vendido hoje por 1.5 milhões de dólares tendo o comprador optado por manter o anonimato.

A venda foi realizada através do conhecido site Sedo que funciona como intermediário entre compradores e vendedores de domínios.

O domínio, até agora detido pela empresa NewMedia estava a ser utilizado como um guia turístico para as pessoas que gostassem de visitar a Rússia.

A NewMedia Holdings controla outros domínios como Scotland.com, Algeria.com ou Nepal.com.

Sapo disponibiliza arquivo fotográfico da Lusa

O portal Sapo e a Agência de Notícias Lusa vão disponibilizar o arquivo fotográfico da agência noticiosa portuguesa de forma gratuita.

São cerca de 2 milhões de imagens organizadas em 13 categorias: Economia, Política, Desporto, Arte e Cultura, Sociedade, Ciência e Tecnologia, Saúde, Religião, Educação, Ambiente, Moda, Música e Cinema, Personalidades.

O arquivo tem todas as fotografias da Lusa desde 1979 e algumas imagens anteriores a 1979 que foram digitalizadas a posteriori, sendo que a fotografia mais antiga é de 1924, e que relatam alguns dos principais acontecimentos da história de Portugal e do Mundo.

O portal Sapo dá a possibilidade a que qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, possa aceder e utilizar estas imagens.

A navegação será feita através do Sapo Fotos e permite que as imagens possam ser utilizadas, de forma gratuita (apenas com utilização de marca de água) em trabalhos escolares, académicos ou profissionais. Caso se pretenda utilizar as imagens em alta resolução e sem marca de água, para efeitos jornalísticos, estas podem ser adquiridas directamente à Lusa.

Twitter revela estratégia para começar a ganhar dinheiro

Um dos co-fundadores do Twitter revelou que já estão delineadas as primeiras estratégias para rentabilizar o serviço.

A primeira aposta será na disponibilização de contas pagas que serão disponibilizadas para empresas.

As empresas que estejam dispostas a pagar um determinado valor para ter uma conta profissional terão acesso a funcionalidades extra como estatísticas detalhadas sobre a conta Twitter.

Outra aposta do Twitter é licenciar o conteúdo publicado no seu serviço a outras empresas como agências de notícias.

 

YouTube vai passar a suportar vídeos em 1080p

O serviço YouTube anunciou que durante esta semana passará a suportar vídeos em resolução 1080p para os utilizadores.

O YouTube já permitia que os utilizadores enviassem vídeos em resolução de 1080p (resolução Full HD) mas posteriormente o YouTube reduzia a resolução para 720p.

Ao reduzirem a resolução dos poucos vídeos enviados no formato 1080p estes ficavam mais leves e uniformizados com o resto da oferta.

Agora o YouTube irá reaproveitar os vídeos anteriormente enviados no formato 1080p e ao mesmo tempo incentivar os utilizadores a enviarem os novos vídeos no melhor formato possível.

Para demonstrar a qualidade do formato 1080p já está disponível o trailer do filme Toy Story 3.

Murdoch pretende retirar sites do Google News

Rupert Murdoch afirmou numa entrevista hoje que pretende que os sites que controla deixem de publicar as notícias no Google News.

Rupert Murdoch é o dono da News Corporation, empresa que controla sites como o The Sun,  Sky Network, a rede FOX, Marketwatch e muitos outros.

Murdoch afirma que o Google News está a aproveitar-se dos conteúdos produzidos por muitas empresas e ainda lucra com isso.

A News Corporation pretende apostar em sites por subscrição em que o utilizador paga um valor para aceder às noticias e artigos entre outros conteúdos publicados.

Utilizadores podem consultar informação pessoal no Google

A Google anunciou esta semana o lançamento de uma nova funcionalidade que permite ao utilizar de uma conta individual consultar a sua informação pessoal armazenada no Google.

O novo Google Dashboard permite que os utilizadores consultem de uma forma centralizada toda a informação referente aos produtos Google que utilizam e proceder à gestão desta informação e alterar as respectivas definições.

Por exemplo, no Gmail, os e-mails enviados e recebidos, os rascunhos, anexos e as mensagens de conversação podem ser guardados.

A Google com esta funcionalidade pretende mostrar que os utilizadores podem a qualquer momento remover informação pessoal das bases de dados da Google.